Experimente estas dicas para manter o equilíbrio ou se reequilibrar.

1. Valorize-se:

Trate-se com gentileza e respeito e evite a autocrítica. Reserve tempo para seus hobbies e projetos favoritos ou amplie seus horizontes. Faça palavras cruzadas diariamente, plante um jardim, tenha aulas de dança, aprenda a tocar um instrumento ou torne-se fluente em outro idioma.

2. Cuide do seu corpo:

Cuidar de si mesmo fisicamente pode melhorar sua saúde mental. Tenha certeza de:

3. Cerque-se de boas pessoas:

Pessoas com fortes conexões familiares ou sociais são geralmente mais saudáveis ​​do que aquelas que não têm uma rede de apoio. Faça planos com familiares e amigos que o apoiem, ou busque atividades onde você possa conhecer novas pessoas, como um clube, classe ou grupo de apoio.

4. Dê a si mesmo:

Ofereça seu tempo e energia para ajudar outra pessoa. Você se sentirá bem em fazer algo tangível para ajudar alguém que precisa – e é uma ótima maneira de conhecer novas pessoas. 

5. Aprenda a lidar com o estresse:

Goste ou não, o estresse faz parte da vida. Pratique boas habilidades de enfrentamento: faça tai chi, faça exercícios, faça uma caminhada pela natureza, brinque com seu animal de estimação ou tente escrever um diário para reduzir o estresse. Além disso, lembre-se de sorrir e ver o humor na vida. Pesquisas mostram que o riso pode estimular o sistema imunológico, aliviar a dor, relaxar o corpo e reduzir o estresse.

6. Acalme sua mente:

Experimente meditação e/ou oração.  Os exercícios de relaxamento e a oração podem melhorar seu estado de espírito e sua visão da vida. Na verdade, pesquisas mostram que a meditação pode ajudá-lo a se sentir calmo e aumentar os efeitos da terapia.

7. Estabeleça metas realistas:

Decida o que deseja alcançar academicamente, profissionalmente e pessoalmente e anote as etapas necessárias para atingir seus objetivos. Mire alto, mas seja realista e não ultrapasse o cronograma. Você terá um enorme senso de realização e autoestima à medida que progride em direção ao seu objetivo. 

8. Rompa a monotonia:

Embora nossas rotinas nos tornem mais eficientes e aumentem nossos sentimentos de segurança e proteção, uma pequena mudança de ritmo pode animar uma agenda tediosa. Altere sua rota de corrida, planeje uma viagem, dê um passeio em um parque diferente, pendure algumas fotos novas ou experimente um novo restaurante. 

9. Evite álcool e outras drogas:

Mantenha o uso de álcool ao mínimo e evite outras drogas. Às vezes, as pessoas usam álcool e outras drogas para “se automedicar”, mas, na verdade, o álcool e outras drogas apenas agravam os problemas. 

10. Obtenha ajuda quando precisar:

Buscar ajuda é um sinal de força – não de fraqueza. E é importante lembrar que o tratamento é eficaz. As pessoas que recebem cuidados adequados podem se recuperar de doenças mentais e vícios e levar uma vida plena e gratificante. 

FONTE:
Universidade de Michigan
https://umich.edu/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *