Quase metade dos portugueses considera que o seu estado de saúde global piorou com a pandemia de covid-19 e um em cada cinco considera que o mesmo aconteceu com a sua saúde mental, segundo os dados revelados.

De acordo com a informações divulgadas por Carla Nunes, da Escola Nacional de Saúde Pública da Universidade Nova de Lisboa, no que se refere à perceção do estado de saúde global, 46,3% reportou-o como muito mau, mau ou razoável.

AGITAÇÃO, ANSIEDADE E TRISTEZA

Quanto à perceção relativamente ao estado de saúde mental, um em cada cinco (21,9%) disse que todos ou quase todos os dias se sentia agitado, ansioso, em baixo ou triste por causa das medidas de distanciamento físico impostas pelo Governo por causa da pandemia.

Segundo revelou a especialista, os piores estados de saúde global foram reportados pelos mais velhos e com menor escolaridade e quem mais reportou pior estado da sua saúde mental foram as mulheres e os mais novos.

Os dados divulgados indicam ainda que o estado de saúde mental dos portugueses tinha melhorado após o verão e nas quinzenas natalícias, mas piorou nos últimos meses.

Fonte: sicnoticias.pt

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *